Você já conhece o Pandoro?

pandoro-natal-marbo-bakery

 

Entre os italianos, o Pandoro é tão popular quanto o Panettone, mas são pães diferentes e de sabores bem distintos.
O Pandoro é típico veronense, da cidade de Verona. É extremamente macio e tem lugar de honra nas mesas dos italianos no Natal. A versão atual do Pandoro surgiu em 1800, como se ele fosse uma “evolução do Nadalin”, um doce que existia já há muitos anos em Verona.
Se diz que além da oferta de comida coberta com folhas finas de ouro puro, nessa época também existia um doce com uma forma cônica, chamado “Pan de Oro”. Uma outra história sobre o surgimento do Pandoro diz que ele é de origem francesa, vindo do brioche, que por séculos, foi a sobremesa preferida das cortes dos Dogi.

De qualquer forma, existe uma data que oficializa o nascimento do Pandoro: 14 de outubro de 1884 – dia em que Domenico Melegatti patenteou o doce de massa macia e com forma de estrela cônica de oito pontas, obra do artista impressionista Dall’Oca Bianca. A cor amarelo intenso explica a origem do nome, derivado de pan d’oro, que significa pão de ouro ou pão dourado.

pandoro-marbo-bakery

Na massa, os ingredientes são simples: farinha, manteiga, ovos, açúcar, fermento. No preparo, são necessárias horas de fermentação e grandes intervalos entre uma abertura e outra.
Para finalizar, o Pandoro Marbô Bakery leva o clássico açúcar de confeiteiro polvilhado.

É um delicioso pão doce, macio e perfumado e é a sugestão da Marbô para as suas comemorações de final de ano, e um ótimo presente!

Você pode encontrá-los na nossa Bakery todas as quartas, sextas e domingos pela manhã.